Psicóloga, Psicoterateupa Reencarnacionista, Mestre Reikiana, Numeróloga,Taróloga.

5 de nov de 2011

Curso de Radiestesia

Curso de Radiestesia




A Radiestesia, que já suscitou inúmeras pesquisas não é novidade do nosso século, é sim uma CIÊNCIA tão velha como o mundo. É uma ciência regida por Leis, as quais o homem surpreendeu os segredos desde a mais alta antigüidade.
A raiestesia é utilizada desde a PRÉ-HISTÓRIA, conforme provam desenhos nos fundos de grutas e paredes de cavernas, habitadas pelo homem pré-histórico (cavernas do subsolo dos Pirineus). Documentos arqueológicos da civilização peruana,datados de 9.000a.C., mostram indícios de que também na América a arte da Radiestesia era utilizada.
Também existem referências na Bíblia. Uma delas é a passagem em que Oséias reclama do povo judeu, que ao invés de consultá-lo utilizava-se da varinha para descobrir as coisas.
Há 4.200 anos era praticada na China. Existe uma xilografia aonde aparece o Imperador Kwang Yü, que foi célebre por descobrir jazidas minerais, fontes, objetos ocultos e saber determinar os trabalhos da terra de acordo com as diferentes estações. Os cheineses primavam por sua habilidade em investigações relativas ao subsolo e em detectar o que chamavam "cauda do dragão" (energia negativa de subsolo), utilizavam-se de uma varinha em forma de forquilha. Dessa forma tomavam cuidado de não construir sobre esse local.
No Egito, onde já existia um alto grau de civilização, a Radiestesia era utilizada com maestria. Nas escavações realizadas nas tumbas do Vale dos Reis foram encontradas varinhas e instrumentos parecidos com pêndulos. A Radiestesia era utilizadas por médicos, curandeiros e magos. Utilizavam o pêndulo na medicina, na matemática, na astrologia etc.
Na Idade Média, a Radiestesia teve sua fase áurea na Europa, para a descobeta de minas de carvão, cobre, estanho, prata, ouro, chumbo, etc. No final do séc XVIII, através de pesquisas inovadoras, verificou-se o renascimento do pêndulo. E foi a partir do séc XIX que alguns cientistas se dedicaram ao estudo do pêndulo. No início do séc XX é que o verdadeiro renascimento da Radiestesia ocorreu, adquirindo uma outra dimensão. Aprimoraram-se pesquisas de subsolo,, ampliaram-se experiências, testes e observações em diversos setores da atividade humana.
O I Congresso de Radiestesia ocorreu em 1911, em Hanover, na Alemanha. O II Congreso em 1913 na Inglaterra, e após este, foi fundada, por Paul Beyer, a União Internacional de Radiestesia na Alemanha.
A Radiestesia foi amplamente utilizad na I Guerra Mundial (1914 - 1918) para serviço de busca de minas enterradas e de cavidades subterrâneas que serviam de abrigo, contando para este feito com a extráordinária ajuda radiestésica do Abade Bouly.
No pós guerra, a Radiestesia tomou um grande impulso com a descoberta da prospecção à distância -Teleradiestesia, realizada pelo Abade Mermet, apelidado de " Princípe dos Radiestesistas".
É muito dificíl estabelecer a história da Radiestesia no Brasil, uma vez que os seus principais autores, os padres da igreja Católica, a mantiveram praticamente entre as paredes dos templos e mosteiros, procurando mais usála do que divulgá-la. A 1ª atividade radiestésica pública aconteceu no início do século com os franciscanos das Missões do Mato Grosso diagnosticando e tratando o povo da região, utilizando o pêndulo e receitando com acerto as plantas medicinais regionais (remédios da terra).Em São Paulo, na década de 30, a Sociedade Brasileira de Radiestesia foi fundada e presidida pelo Dr. Alfredo Becker, o 1ª autor brasileiro que publicou um livro sobre o assunto em 1935.
A pedido do Dr. Alfredo Becker, frei Ignácio desenvolveu um aparelho magnético, capaz de neutralizar as correntes negativas do subsolo, respons´-aveis por doenças, como a tuberculose e o câncer. Este aparelho chamado RADION é fabricado até hoje.
Albert Einsten e Alexis Carrel  defenderam a utilização da Radiestesia.
Informações por e-mail e telefone
 

0 comentários:

Postar um comentário

© Numeróloga Lídia Blanco Dias, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena